Erros financeiros a serem evitados

Nos dias de hoje, realmente não deveria haver nenhuma razão para cometer certos erros financeiros. Faça uma pesquisa na internet e você descobrirá que existem milhares de artigos por aí que o alertam sobre as armadilhas de certas escolhas. Conselhos para uma vida financeiramente estável estão em toda parte. O que você está esperando?

Aqui estão os erros mais comuns que já vi pessoas cometerem. Eu mesmo fiz alguns deles. Esses são os erros financeiros com os quais você pode aprender. Você provavelmente já fez alguns deles, eles são muito comuns.

Erro # 1: usar aquele pequeno cartão de plástico para conseguir o que deseja.

Vamos começar com o erro número um lá fora. Este é provavelmente o erro mais comum no país. Quase todas as pessoas nos Estados Unidos hoje têm um cartão de crédito. É quase como um direito de passagem aos dezoito anos. Existem até pessoas lá fora que ainda não têm dezoito anos que os têm.

A dívida do cartão de crédito é a maneira mais rápida de arruinar suas finanças. É fácil de adquirir e difícil de pagar. O saldo mínimo não compensa o suficiente do seu saldo pendente para ajudá-lo muito. Você estará pagando seu saldo por décadas. Mesmo um saldo de $ 500 pode levar mais de uma década para ser pago se você simplesmente fizer o pagamento mínimo.

Adicione a taxa de juros, que raramente cai. Se você perder um pagamento, estará realmente pagando ao banco. Juros de trinta por cento são comuns em um cartão de crédito quando um pagamento deixa de ser feito. E você só precisa perder esse pagamento por um dia – o que pode acontecer pelo correio ou pelo processamento, se você não planejar com antecedência.

Erro # 2: comprar mais casa do que você pode pagar.

Com o mercado imobiliário no estado em que se encontra hoje, muitas pessoas estão se arrependendo de suas decisões habitacionais. Hipotecas de taxa ajustável são produtos de empréstimo aceitáveis ​​para algumas pessoas. Mas somente se eles puderem pagar a taxa máxima que o empréstimo pode atingir se as taxas de juros subirem. Muitas pessoas consideram apenas essa taxa introdutória. Eles estendem e compram tanto quanto podem pagar. Então, quando as taxas sobem e suas taxas se ajustam, eles não podem arcar com o pagamento. Adicione isso a um mercado imobiliário em desaceleração e você poderá ter uma execução hipotecária em suas mãos.

Se você for comprar uma casa, certifique-se de comprar o que puder. Faça uma hipoteca de taxa fixa para saber quais serão seus pagamentos. Se as taxas caírem drasticamente nos próximos anos, você sempre pode refinanciar. Se as taxas subirem, você está protegido. Tente ter como objetivo uma hipoteca de 15 anos ao longo de 30 anos. Isso vai economizar centenas de milhares de juros. Mas se você não puder fazer isso, uma hipoteca de taxa fixa de 30 anos é uma opção de empréstimo aceitável para a compra de uma casa.

Erro # 3: não controlar seu dinheiro.

Muitas pessoas vivem de salário em salário. Elas não têm economias. Não têm plano de aposentadoria. Elas não têm nada para apoiá-los no caso de uma emergência. E elas não têm controle sobre seu dinheiro.

Você tem que assumir o controle de suas finanças se quiser se aposentar algum dia. Você tem que aprender como orçar, economizar, investir e gastar. Basta um pouco de tempo. E depois de adquirir o hábito, você notará que sua vida tem mais controle. Você deve dizer para onde vai o seu dinheiro, não para os credores, credores ou qualquer outra pessoa.

Erro # 4: não economizar para a aposentadoria.

Há mais idosos no local de trabalho agora do que há vinte anos. E ainda mais do que há cinquenta anos. Se você quer se aposentar com dinheiro suficiente para viver confortavelmente, precisa começar a colocar algo de volta hoje. Comece um IRA. Contribua para o plano 401 (k) do seu empregador. Descubra quanto você precisa investir e encontre uma maneira de fazê-lo. Este é o seu futuro. Você não quer chegar aos 60 e perceber que não pode se dar ao luxo de parar de trabalhar. Não há garantia de que você poderá sacar a seguridade social ou outras formas de assistência nesse momento. E se você ficar doente e precisar se aposentar? E se você se machucar? Prepare-se para o futuro. Comece a economizar para a aposentadoria hoje.

15 maneiras de reduzir suas despesas

15 maneiras de reduzir suas despesas e economizar algum dinheiro sério

Vivemos em uma sociedade onde aprendemos a gastar todo o dinheiro que ganhamos. Ganhamos R$2.000 por mês, e gastamos tudo. Temos um emprego melhor remunerado e começamos a ganhar R$3.000 por mês, e adivinha, gastamos R$3.000 por mês. A taxa da poupança está no um nível mais baixo de todos os tempos, e as pessoas estão mais endividadas do que nunca.

Os tempos são difíceis para a maioria das pessoas, e sabemos que nossas vidas seriam muito melhores com um extra de R$ 200, R$ 300 ou mais por mês. Não posso ajudá-lo a conseguir um emprego melhor, mas posso ajudá-lo a identificar áreas onde você pode começar a economizar dinheiro a partir de hoje. Em algumas áreas  você notará que suas economias  serão  pequenas e em outras  serão  realmente significativas. De qualquer forma, é mais dinheiro no bolso que você pode economizar ou gastar do jeito que quiser!

Então vamos mergulhar nisso. Você pode ler este relatório para ter uma ideia das economias que você pode conseguir, e então lê-lo novamente e começar a implementar essas ideias. Certamente não vai ajudá-lo só ler e não fazer nada. Por favor, coloque em ação e não demore, comece o mais rápido possível.  Quanto mais cedo começar, mais dinheiro terá até o final deste mês!

1- Economizar dinheiro em suas  despesas mensais é uma maneira fácil de cortar custos.

Você ainda está pagando pela TV a cabo ou Netflix? Mudar para um plano com preços mais baixos com menos canais pode economizar um bom dinheiro ao longo do ano, ou você pode cancelar tudo e utilizar outra plataforma de streaming que você pode pagar por locação do filme como a Looke.

Desliguei meu serviço de TV a cabo há dois anos, e não sinto falta disso nem um pouco. Além disso, meus filhos nem sequer pedem, o que era uma preocupação que eu tinha quando estava pensando em cancelar o serviço. Eu costumava pagar R$ 119 por mês, agora estou economizando R$ 119 x12: R$ 1.428 por ano.

2-Você toma café ou lanches fora de casa?

Se você faz isso, quanto você gasta por semana? Multiplique esse valor por 52 e você vai encontrar o valor gasto no ano, 52 é quantas semanas tem no. Você pode mudar esse hábito e economizar um bom dinheiro por ano, ou fazer café em casa ou no escritório, vai ser mais barato.

3- Você ainda está usando lâmpadas normais?

Você pode mudar para lâmpadas mais econômicas, as de LED, durarão mais e economizarão na conta de luz.

4- Abandone seu plano regular de celular e mude para um plano pré-pago.

Hoje em dia, todas as grandes empresas oferecem uma opção pré-paga, com uma economia de até R$ 30 por mês (R$ 360 por ano!) pelo mesmo serviço ou semelhante. 

A menos que você tenha feito um contrato você pagaria uma taxa de rescisão. E não faz qualquer sentido fazer um novo plano a cada dois anos apenas para conseguir um telefone novo. Você está desperdiçando dinheiro que poderia ser melhor usado em outro lugar (como pagar dívidas).

5- Você precisa comprar medicamentos?

Escolha medicamentos genéricos e economize muito dinheiro! Só porque é feito de uma empresa farmacêutica bem conhecida não significa que seja o melhor.  Você vai se surpreender com a diferença de preço, então não esqueça essa oportunidade de economizar da próxima vez que precisar de medicamentos.

6- Você vai ao cinema? É caro, não é?

Duas pessoas podem facilmente gastar R$ 40 a R$ 80 em um par de horas com os ingressos, pipoca e refrigerante! Que tal ver um filme em casa? Basta preparar um pouco de pipoca (ou comprar sorvete) e ainda se divertir, enquanto economiza muito dinheiro. Pode não ser o último filme que acabou de sair, mas tenho certeza que você não assistiu a todos os filmes que saíram nos últimos anos, então você pode facilmente encontrar um bom que você não assistiu ainda. No entanto, eu não estou dizendo para nunca mais ir ao cinema, mas de vez em quando escolher a opção “filme em casa”, e economizar dinheiro.

7- Você tem Internet em casa? Qual a velocidade?

Você realmente precisa de tudo que paga por mês? Você pode procurar por opções mais baratas ou negociar um novo plano, compatível com suas necessidades. Quando liguei, eles me mudaram para um plano um pouco mais lento que me poupa R$ 20 por mês, e eu não notei a diferença de velocidade. São 240 reais por ano!

8- Você tem saldo devedor em seus cartões de crédito?

Não importa qual seja o seu saldo ou qual é a sua taxa de juros, ligue para TODAS as suas empresas de cartão de crédito e peça que reduzam a taxa. Seja muito educado quando ligar, e se eles se recusarem a baixar sua taxa, ligue novamente em alguns dias. Muitas vezes (e eu quero dizer, muitas vezes) eles vão reduzir a taxa para você a menos que você seja delinquente ou não tenha feito os pagamentos em dia.

Mesmo que você não tenha sido consistente com seus pagamentos, ligue de qualquer maneira. O importante e tentar negociar. Você pode se surpreender. Quando liguei, não só reduziram minha taxa, como também aumentaram meu limite de crédito (e eu nem pedi). As economias aqui podem ser substanciais, dependendo da taxa que você recebe e quanto você deve. Não ignore essa opção, como já ouvi falar de muitas pessoas que têm suas taxas reduzidas apenas com um simples telefonema. Isso se traduz em mais dinheiro no seu bolso! MAS, o ideal mesmo e não ficar devendo no cartão de crédito, pague sempre o valor total da fatura e nunca uma parte. E se você tem dificuldades em lidar com o cartão elimine-o de sua vida. O problema não é o cartão, mas o que fazemos com ele.

9- Outra maneira fácil de reduzir seus pagamentos mensais:

Em primeiro lugar, ligue para outras seguradoras (seguro de carro e/ou casa se você possui sua casa) e compare seus preços com o que você está pagando agora, e mude para aquela que lhe oferece a melhor opção para a mesma cobertura que você tem atualmente.

Economizei mais de R$500 por ano trocando companhias de seguros de carros há alguns anos, e depois de dois anos, troquei de novo só para economizar mais R$175 por ano. Por favor, faça isso, leva um pouco de tempo para fazer a pesquisa, mas você pode economizar algum bom dinheiro.

10- Você ainda tem um serviço de telefone fixo em casa?

Então você tem algumas opções para economizar dinheiro. Por exemplo, se você tem um celular, então considere cancelar seu fixo. Ou, cancele complementos como identificação de chamadas e outros serviços que contratamos simplesmente por achar um luxo e que raramente usamos. Se você tem o telefone fixo simplesmente por causa da internet, pesquise por outros planos, tem serviços de internet que não incluem telefone fixos e costumam sair mais em conta.

11- Seu carro é financiado? Se sim, já pensou em refinanciá-lo?

Compare por aí as tarifas para ver se você pode reduzir seus pagamentos mensais sem prolongar seu empréstimo, obtendo uma taxa mais barata. Você tem que considerar os custos envolvidos para ver se no seu caso faria sentido refinanciar.

12- Sua casa é financiada?

Você pode também verificar se o refinanciamento de sua casa faria sentido, já que as taxas estão em níveis historicamente baixos. Você tem que calcular todos os custos do processo de refinanciamento para ver se você vai realmente economizar dinheiro ou não. Mas se você conseguir uma taxa que é dois pontos menor do que a sua taxa atual, você pode economizar muito dinheiro ao longo do seu empréstimo.

Tenha cuidado, porém para calcular o novo empréstimo ao longo da mesma quantidade de meses do no seu empréstimo atual. Se você ainda tem 25 anos para pagar seu empréstimo atual, faça o novo empréstimo por 25 anos e não por 30.

13- Se você tem conta corrente em um banco você pode negociar as tarifas que são cobradas ou mudar para outro.

Fazer opção por uma conta mais simples ou conta pagamento pode eliminar até 100% das tarifas. Se você tem limite de crédito especial na conta e não usa porque pagar tarifa só para ter um limite no cheque especial? Faça as contas de quanto você pode economizar só de tarifas por ano. Se você faz saques em caixas 24h programe-se para não fazer saques além do limite oferecido pelo seu banco e não pagar por tarifas. Use um cartão de débitos.

Dica bônus: Este é um dos maiores drenos de dinheiro para a maioria de nós. Com que frequência você come fora ou pede comida em um restaurante ou fast food? O dinheiro que nós gastamos comendo fora é de bilhões por ano (meu palpite, sem nenhuma evidência científica). Mas pense nisso: se você paga por comida todos os dias no trabalho (em vez de preparar sua própria comida em casa), você está desperdiçando dinheiro todo mês. Faça algumas contas fáceis: se você gastar, digamos R$ 25 por dia comendo fora (eu sei, a maioria das pessoas gasta em média R$ 35 por dia) são R$ 175 por semana, vezes 52 são R$ 9.100 por ano como resultado positivo. Se você preparar sua comida em vez disso, você vai economizar pelo menos metade dela, e você vai ter um alimento mais saudável.

Da mesma forma, se você, regularmente, come fora com sua família, tente pelo menos cortar o máximo possível. Comida para quatro pessoas em um restaurante não custará menos que R$ 100,00. Se você evitar pelo menos 5 vezes por ano, optando por comer em casa, você economizará mais de R$ 500 por ano.

Aprenda Controlar Seu Dinheiro clique aqui